Lançado o celular Motorola Moto G, em São Paulo



Na manhã de ontem (13), a Motorola tornou público seu segundo smartphone em parceria com o Google, o Moto G. O interessante é que, apesar do lançamento ser global, o evento oficial para anunciar o Moto G foi realizado na cidade de São Paulo e contou com a ilustre presença do CEO da Motorola, Dennis Woodside.

O aparelho, que será fabricado em Jaguariúna (cidade do interior de São Paulo), chegou nas lojas na própria quarta-feira, com o valor sugerido de R$ 650. Haverá ainda as versões com dois chips (dual-SIM), chamadas Colors Edition (com preço sugerido R$ 799) e Music Edition (com preço sugerido de R$ 999).




Como o próprio valor indica, o Moto G consiste num smartphone de entrada e não tem pretensão alguma de concorrer com os tops de linha de outras fabricantes. Pelo contrário. A intenção da Motorola é justamente abocanhar outra fatia do mercado, dominada hoje por smarthpones como o Samsung Galaxy Fame e o iPhone 4, além de apresentar uma alternativa ao seu mais recente lançamento, o Moto X, que chegou ao Brasil em setembro deste ano pelo valor de R$ 1800.

Seguindo a mesma linha e aparência do Moto X, o Moto G foca na personalização e grande possibilidade de combinação de cores, trazendo sete opções para a capa traseira (branco, preto, azul escuro, azul claro, amarelo, vermelho e rosa), bem como como opções de capas frontais protetoras, chamadas MotoShells.


Quanto as especificações, é óbvio que o Moto G é mais modesto que os aparelhos de ponta, mas o grande destaque fica por conta do sistema operacional. O dispositivo sai de fábrica rodando a penúltima versão do Android, 4.3 Jelly Bean, porém com atualização para o Android 4.4 KitKat(último update da plataforma) garantida para janeiro de 2014.

Veja os demais recursos trazidos pelo lançamento da Motorola:
Tela de 4,5 polegadas com resolução HD, 326 ppi de densidade e proteção Gorilla Glass;
Processador quad-core Snapdragon 400 de 1,2 GHz;
Memória RAM de 1 GB;
Memória interna de 8 GB ou 16 GB;
Câmera traseira de 5 megapixels e frontal de 1,3 megapixels;
Bateria de 2070 mAh, com autonomia 33% superior ao iPhone 5S, segundo a própria Motorola;
Conectividade Bluetooth 4.0, Wi-Fi e 3G+ (sem 4G e NFC);
Peso de 143 g.

Como o próprio CEO da empresa Dennis Woodside afirmou, a Motorola queria ¨um smartphone potente mas que tivesse o preço de um celular¨. Eis o Moto G. Você ficaria com ele?

Postagens populares