Aplicativo mensageiro BBM, da BlackBerry, é lançado após longo atraso



Pouco mais de um mês após a data oficial pré anunciada de lançamento do BBM (BlackBerry Messenger) para Android, o principal aplicativo do sistema operacional da BlackBerry finalmente chega para a plataforma do Google.

A empresa canadense já havia informado que iria liberar o aplicativo tanto para o Android quanto para iOS no dia 21 de setembro, entretanto recuou e adiou o lançamento para a plataforma Android após uma versão vazar antes do programado. O noticiário não perdoou e a fabricante foi massacrada pelos críticos no período.




E se o atraso no lançamento do app já motivou muitas críticas, o lançamento nesta semana foi um prato cheio. Segundo a BlackBerry, cerca de 1 milhão de usuários do Android e mais 1 milhão do iOS já estariam usando o BBM, o que gerou uma fila de espera para utilizar o app. Isso mesmo. Após baixá-lo você terá que preencher um cadastro com seu e-mail e, na tela seguinte, a aplicação informa que seu lugar já está reservado na fila e que você receberá uma mensagem quando for sua vez de utilizá-lo. Uma espécie de liberação escalonada.

Vale ressaltar que se você já havia cadastrado seu e-mail no sistema da BlackBerry quando houve o atraso no primeiro lançamento, já pode desfrutar imediatamente do mensageiro.


Quanto aos recursos do BBM propriamente ditos, ele apresenta praticamente todas as funções dos concorrentes: Envio e recebimento de mensagens instantâneas; aviso de recebimento e leitura das mensagens enviadas; aviso de digitação do contato; envio de imagens; mensagens de voz e links.

O principal diferencial do BBM em relação aos rivais é a possibilidade de adicionar novos contatos sem a necessidade do número do celular, apenas com o PIN de sua conta, garantindo maior privacidade aos usuários.

Que o serviço é de qualidade e seguro ninguém discute, mas será que o aplicativo terá fôlego para concorrer com poderosos rivais como Whatsapp e cia? Só o tempo dirá.

Por falar em tempo, você pode baixar o BBM gratuitamente na Google Play (através deste link) e aguardar, afinal a fabricante não deu uma previsão de um prazo que os usuários precisarão esperar até que o aplicativo seja liberado para uso.

Postagens populares