Instagram lança recurso de gravação de vídeos que bomba já nas primeiras horas

  Vine, agora é a sua vez. O Facebook está claramente tentando acabar com o aplicativo de vídeo-looping do Twitter com o novo produto de vídeo do Instagram. É óbvio que o Instagram olhou para Vine, com seus 6 segundos de loops de vídeo básicos, e pensou: como podemos melhorar isso? Há mais tempo, mais recursos, mais maneiras de editar e personalizar suas fotos. É quase injusto comparar vídeo no Instagram com Vine – os dois são produtos completamente diferentes. A aparência do Instagram é a mesma, mas agora os 130 milhões de usuários mensais da rede podem disparar 15 segundos de vídeos por meio do aplicativo. As ferramentas de edição de vídeo permitem ao usuário disparar vários clipes dentro de cada vídeo, excluir seções, escolher entre 13 novos filtros exclusivos para vídeos. Você também pode escolher a “imagem de capa” que aparecerá na pré-visualização do seu vídeo no feed do Instagram e no Facebook. “Simplicidade realmente importa neste produto”, disse o co-fundador e CEO da rede, Kevin Systrom, durante um evento na quinta-feira (20). “O vídeo é uma mídia complexa; estamos acostumados a ver interfaces complexas. É difícil editar, gerenciar e fazer o upload. Se isso vai funcionar dentro do Instagram, então tem que ser perfeito…” O recurso de vídeo já está disponível em uma atualização para iOS e Android. E, embora você não possa fazer upload de videos da câmera do celular e editá-los no Instagram, Systrom indicou que esse recurso está nos planos. Menos de 24h após a implementação de vídeos no Instagram, a rede social recebeu mais de 5 milhões de uploads em filmagens.  Só nas oito primeiras horas do serviço, o volume de vídeos carregados foi tão grande que seu tempo de execução total ultrapassava um ano. A novidade não agradou todos os usuários, mas isso não impediu que o fluxo de uploads atingisse 40 horas de vídeo por minuto no horário de pico, que ocorreu durante a partida entre o Miami Heat e o San Antonio Spurs, na final da NBA. A nova ferramenta está disponível nas versões para iOS e Android, que já possui mais de 130 milhões de usuários ativos. Ler no navegador

Postagens populares