4 dicas para poupar a memória do seu Android


Com exceção daqueles que trocam seus Androids frenquentemente, esse artigo foi escrito para todos os usuários de qualquer dispositivo, seja ele smartphone, tablet ou phablet, capaz de arquivar documentos como fotos, músicas, imagens, vídeos etc. E não se engane, vale para todos mesmo, desde aquele cuja memória interna é mais limitada até o que tem disponibilidade de 64 GB, via microSD.





Neste época em que compartilhamos arquivos e informação com uma velocidade incrível, ao mesmo tempo em que guardamos nossas ¨vidas¨ nestes aparelhos, ocupar toda sua memória ao longo de alguns anos não é um absurdo.


Apagar um vídeo para baixar/gravar outro, por exemplo, é algo insuportável para nós, usuários desta tecnologia. Chega a ser inaceitável. Porém saiba que boa parte da memória do seu Android pode estar sendo ocupada desnecessariamente, levando-o a passar por situações como a citada acima ao longo do tempo. Para não correr esse risco, além de cuidar melhor do seu dispositivo, vale a pena seguir as simples e eficazes dicas abaixo.

1- Jogue fora as laranjas podres! - Elimine aplicativos, pastas de músicas, vídeos e quaisquer outros tipos de documentos que não utiliza e não faz questão alguma de guardar mais. Obviamente não vale a pena perder tempo com arquivos muito leves (caso da maioria das fotos), mas aqueles mais pesados certamente devem ser despachados.

Para ¨dar uma geral¨ e filtrar os arquivos que mais consomem sua memória, recomendamos que utilize aplicativos de gerenciamento de memória, que vão facilitar muito esse trabalho. Clique aqui e veja nossas indicações.

2- Limpe os dados do cache – Da mesma forma como ocorre nos sistemas operacionais para computadores, as plataformas móveis também acumulam arquivos para serem utilizados como cache, fazendo com que os aplicativos abram mais rapidamente nas próximas vezes em que forem executados. E este recurso gera consumo de armazenamento, o que aumenta com o tempo de utilização.

Por esse motivo, excluir a memória cache de apps que não tem muito acesso é um ótimo procedimento para liberar mais espaço na memória do seu Android. Para fazê-lo, acesse o Menu Configurações > Aplicações ou Gerenciador de Aplicações > escolha os aplicativos (dê preferência aos que menos utiliza) > Excluir cache.

3- Armazene arquivos na nuvem - As ¨nuvens¨ nada mais são do que espaços on-line onde você pode armazenar e gerenciar seus arquivos. O interessante aqui é fazer um backup de todas as suas pastas e documentos e enviar/compartilhar neste serviço.

Para aqueles smartphones cuja memória está quase esgotada, vale a pena usar a nuvem também para ¨guardar¨ alguns arquivos mais pesados como vídeos por exemplo, podendo visualizá-los de qualquer lugar sem necessidade de ocupar a memória do aparelho, desde que haja conexão com a internet, é claro.

Serviços consolidados como Google Drive, Dropbox e Skydrive, entre outros, consistem em ótimas opções e estão disponíveis na Play Store.


4- Faça o backup também em seu computador – A última dica, e não menos importante, é não esquecer de salvar todas as suas pastas e arquivos no desktop com alguma frequência, uma vez ao mês, por exemplo. Além de garantir que não perderá tudo caso perca ou tenha seu Android roubado, também o deixará mais tranquilo para apagar certos arquivos, quando julgar necessário.

Ao seguir estas dicas, você manterá seu Android, mesmo com o passar do tempo, sempre leve, rápido e pronto para receber ou gravar aquele vídeo divertido ou baixar o jogo viciante da semana, entre outras vantagens.

Postagens populares